Omnimatrix Septifree demonstra atividade antimicrobiana contra Staphylococcus aureus e Staphylococcus pseudintermedius resistentes à meticilina (MRSA e MRSP)

Hifarmax apresenta estudo na Conferência Internacional do Colégio Europeu de Microbiologia Veterinária

Os Staphylococcus spp., tal como as Pseudomonas spp.* e a Malassezia pachydermatis*, estão entre os agentes patogénicos causadores de infeção cutânea mais comuns. Estes possuem capacidade de desenvolver resistência a muitos antimicrobianos e ao longo do tempo surgem linhagens de cada vez maior risco. Juntamente com a necessidade do uso racional dos antibióticos, justificam o crescente interesse na avaliação de novos agentes com ação antimicrobiana.

Omnimatrix Septifree é reconhecido pela sua eficácia na fase inicial da cicatrização de feridas, nomeadamente pela sua ação antimicrobiana e antibiofilme frente a bactérias Gram + e Gram – e fungos, sem formação de resistências. 

O estudo apresentado na 3ª Conferência Internacional do Colégio Europeu de Microbiologia Veterinária teve como objetivo determinar a eficácia antimicrobiana da utilização tópica de Omnimatrix Septifree contra Staphylococcus spp. de alto risco meticilina-resistente e meticilina-susceptível, importantes agentes causadores de infeções cutâneas. 

Foram selecionadas 20 estirpes de Staphylococcus de alto risco avaliou-se a eficácia antimicrobiana do Omnimatrix Septifree através de dois métodos laboratoriais: Concentração Mínima Bactericida (CMB) Time-Kill (TK). 

O estudo demonstra que Omnimatrix Septifree apresenta atividade bactericida in vivo frente aos Staphylococcus patogénicos mais comuns presentes nas infeções de pele, incluindo Staphylococcus aureus e Staphylococcus pseudintermedius resistentes à meticilina (MRSA e MRSP). 

* Resultados de ensaios por publicar